OS DEZ MANDAMENTOS DO SONO

Imagem

Saiba como melhorar a qualidade do seu sono, seguindo essas dicas!

 

1) Sejamos diretos aqui: cama foi feita para dormir e fazer sexo!  Qualquer outra atividade : assistir televisão, ficar no computador, comer, …  estimulam o cérebro e podem prejudicar o sono. O sexo conduz a mente ao prazer e o relaxamento

2) Invista no seu quarto! Deve ser um local tranquilo, com pouca iluminação, temperatura agradável,  com decoração simples.

3) Evitar a ingestão de bebidas poucas 1 a 2 horas antes de dormir. Além de estimular a micção e interromper seu sono, algumas bebidas podem ser prejudiciais. Aquelas com cafeína (café, refrigerantes, chá mate, chocolate) excitam o  cérebro e dificultam o início do sono. Bebidas alcoólicas conduzem a uma sonolência, porém pioram muito a qualidade do sono, comprometendo o rendimento no dia seguinte.

4) A última refeição do dia deve ser leve, para facilitar a digestão e não comprometer seu sono. Evitar alimentos condimentados, fritos e gordurosos, molhos, carne vermelha . Deve ser feita pelo menos 2 horas antes de deitar.

5) Realizar atividade física é sempre bom! Propicia perda de peso, ocorre liberação de hormônios relacionados à sensação de bem estar , melhorando a qualidade do sono.

6) Porém, quem está iniciando o condicionamento físico  deverá realizar atividades aeróbicas no máximo até 3 horas antes de dormir. O esforço físico em indivíduos sedentários é excitatório para o sistema nervoso central.

7) Disciplina em sono é tudo! Deite-se sempre no mesmo horário e condicione seu cérebro!

8) Respeite o seu tempo mínimo de horas para dormir! A privação de sono, prejudica a memória e acelera o envelhecimento

9) Faça exercícios de relaxamento após o jantar

10) Não leve problemas para a cama! Contas a pagar, tarefas do dia seguinte, conflitos pessoais ou profissionais dificultam o início do sono

E não se esqueçam: NUNCA faça uso de medicamentos para dormir sem orientação médica

 

Anúncios

Dia Especial!

Hoje foi um dia especial!

Estive na Radio Globo para uma entrevista que mais foi um delicioso bate papo com a equipe do programa Globo na Rede, com Luiz Torquato !  Uma honra!

IMG_0038

IMG_0059Obrigada aos amigos e ouvintes que enviaram suas perguntas e comentarios carinhosos! E à toda equipe da Radio Globo pelo convite!

A Grande Descoberta

O primeiro post não poderia deixar de ter um apreço pessoal. Para mim, e sei que para muitos de agora em diante, o tema de hoje será no mínimo revelador:
Vamos falar sobre ciclo Vigília- Sono.
O nome pode soar um pouco estranho, mas começo a explicar por experiência própria. Sou aquele tipo de pessoa que todos conhecem ao menos um exemplar, que sempre teve dificuldade em acordar cedo, aperta o botãozinho do snooze  30 vezes  pela manhã e corre para não se atrasar para os compromissos matutinos.
Começava a despertar mesmo por volta das 9h, atingia meu melhor desempenho lá pelas seis horas da tarde, e então quando minha disposição estava a mil, o resto do mundo apagava as luzes para dormir às 22h-23h, enquanto eu… rolava na cama!
Ao tentar me adaptar a essa rotina, me tornava praticamente uma sonâmbula pela manhã e um zumbi à noite. E ainda assim, escolhi ser médica, uma profissão na qual passamos a vida acordando às 5h ou 6h da manhã….para visitar pacientes internados, percorrer dois ou três hospitais muitas vezes, entrar em cirurgia ou em plantão as 7h, e só sair as 19h.. enfim, uma vida diurna!
Não por acaso, a ideia de estudar o sono me fascinou. E logo em uma das primeiras aulas, aprendi as noções do ciclo vigília (estado acordado) e sono.
Esse ritmo é influenciado por fatores externos (dia- noite) e internos: o nosso “relógio biológico”. Cada um de nós apresenta características individuais. Existem os matutinos e os vespertinos, ambos se dividem em extremos e moderados,  e por fim, os indiferentes que não têm preferência na hora de dormir e acordar!
Os matutinos correspondem a 10-12% da população, têm preferência por dormir cedo e acordar cedo, muitas vezes espontaneamente, já aptos a realizar qualquer atividade.
Os vespertinos totalizam 8-10% da população, tendem a dormir e acordar mais tarde, em especial nas férias e finais de semana, e estão mais ativos à tarde e à noite. EU!
Hoje, tenho autonomia para definir o melhor horário para trabalhar, realizar atividades físicas, comparecer a eventos sociais, sem interferir na qualidade do meu sono.  Respeitando meu corpo o sofrimento finalmente acabou!
Mas…e quem não pode ter essa flexibilidade?
Fiquem de olho! Nos próximos posts darei dicas de como adaptar qualidade de sono à sua rotina diária!